Menu


Ex-empresária de Anitta pede bloqueio de bens e passaporte da cantora

28 OUT 2017
28 de Outubro de 2017

A cantora pop Anitta teve um recurso negado em processo que sua ex-empresária Kamilla Fialho move contra ela e corre o risco de ter seus bens e passaporte bloqueados. Com informações do UOL.

Ela havia recorrido da decisão que determinou que ela pagasse R$ 2,8 milhões em multa de rescisão de contrato. O recurso foi negado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) há dez dias.

Anitta rompeu o contrato com a empresa de Kamilla, a KL2, em agosto de 2014 alegando que a empresária teria desviado R$ 2,5 milhões da cantora, o que justificava a quebra de uma cláusula contratual.

A ex-empresária sempre negou as acusações e processou a estrela em agosto do ano passado. Anitta foi intimada a depositar R$ 2,8 milhões, como multa de rescisão contratual. Por conta do valor, Kamilla solicitou o bloqueio dos bens e do passaporte da cantora até que o pagamento fosse realizado.

O UOL entrou em contato com o advogado e a acessória de imprensa de Anitta, mas nenhum dos procurados atendeu as ligações até a publicação desta matéria.

Segundo o advogado de Kamilla, a decisão de bloquear os bens e o passaporte da Anitta pode ser proferida a qualquer momento pela juíza Flávia Vieiros de Castro – que está a frente do processo.

Fonte: Diario Do Nordeste                                                                                                                                                  Foto: Internet

Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!